Diminuição é uma medida de segurança para evitar novos descarrilamentos até que os problemas sejam resolvidos.

Publicado: 21/03/2023

Trens da ViaMobilidade na estação Domingos de Moraes. Foto: Diário dos Trilhos

A ViaMobilidade, concessionária operadora das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda, reduziu desde a segunda-feira, 20 de março de 2023, a velocidade dos trens em toda a extensão destas linhas.

A decisão foi tomada com medida de segurança devido ao descarrilamento ocorrido no final de semana e uma série de problemas nos trilhos encontrados e que podem por em risco os passageiros.

Em alguns trechos a velocidade caiu  de 90 ou 80km/h para 70 km/h o que representa um aumento no tempo médio das viagens. Além disso, quando o trem for mudar de via, ou seja, passar por um AMV (Aparelho de Mudança de Via) a velocidade permitida que era de 40 km/h agora será de no máximo 25, podendo chegar somente a 10 km/h em determinados lugares.

Segundo Paulo Ferreira, Diretor de Operações da ViaMobilidade, falou para a TV Globo, o tempo médio de intervalo entre os trens aumenta apenas um minuto e da viagem total, aquela que é de Júlio Prestes a Itapevi ou de Mendes-Vila Natal até Osasco independente da direção, aumentou somente sete minutos em média.

Entretanto, já nesta terça (21) foi possível notar uma velocidade menor dos trens e o intervalo maior que o informado pela empresa, punindo o passageiro.

Em vários pontos das linhas, especialmente na linha 8, existem trilhos velhos e com problemas, dormentes podres e outros problemas que provocam balanço dos trens acima do normal e aumenta o risco de acidentes.

Por meio de nota a ViaMobilidade afirmou que o objetivo é melhorar a segurança e que  a velocidade voltará ao normal conforme as manutenções terminarem. Além disso, vem investindo na modernização do sistema com aporte de mais de R$ 1 bilhão de reais somente em 2022.

Leia a nota a seguir:

”Visando reforçar a segurança da operação, a ViaMobilidade adota constantemente procedimentos e estratégias operacionais nas linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda. Entre elas, está a revisão e acompanhamento da velocidade permitida ao longo das linhas, que foram revisadas temporariamente para, por exemplo, 25 km/h nos AVMs (Aparelhos de Troca de Via) e para 70 km/h de velocidade máxima no restante da via. Tais restrições de velocidade serão retiradas à medida que as medidas corretivas nas vias forem sendo executadas.

Em um contrato de concessão de 30 anos, a ViaMobilidade 8 e 9 já investiu mais de R$ 1 bilhão somente no primeiro ano, na revisão geral de trens, em ação corretiva nos trilhos, inspeção da rede aérea e reforma de estações, além de R$ 950 milhões pagos em outorga.”


Quer receber nossos textos assim que publicados? Acesse nosso grupo no Telegram (https://t.me/diariodacptm)

Nossas redes sociais
Facebook –
http://www.facebook.com/oficialdiariodacptm
Twitter – http://www.twitter.com/DiariodaCPTM
Instagram –  https://www.instagram.com/diariodostrilhos/

Redes Sociais dos autores das matérias
https://www.instagram.com/ricardobrmorato/
https://ww.instagram.com/willianmoreira_fotojornalismo/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.