A Justiça do Trabalho multou o sindicato e considerou a paralisação ilegal.

Publicado: 29/06/2022 – às 17h17

Foto: Diário dos Trilhos

A greve dos motoristas e cobradores do transporte público de São Paulo terminou no final da tarde desta quarta-feira, 29 de junho de 2022, com a volta dos ônibus as ruas sendo gradual.

O SindMotoristas atendeu a determinação do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) que ordenou a volta imediata do atendimento pelos veículos, além de ter multado em R$ 100 mil a entidade, sendo 50 mil reais para cada dia de greve, uma em 14 de junho e outra na data de 29 de junho, por considerar a paralisação abusiva.

Segundo o presidente do sindicato dos trabalhadores, Valdevan Noventa, a TV Bandeirantes, os trabalhadores serão convocados para voltar aos postos de trabalho e sair com os ônibus as ruas.

Os trabalhadores iniciaram a paralisação para reivindicar o pagamento de R$ 2.500 referentes a PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de 2021, uma cesta básica com alimentos melhores, fim do desconto no ticket alimentação em caso de falta com atestado médico e fim do desconto da hora de almoço. No caso da PLR, isto será negociado futuramente com as empresas.

Quer receber nossos textos assim que publicados? Acesse nosso grupo no Telegram (https://t.me/diariodacptm)

Nossas redes sociais
Facebook – http://www.facebook.com/oficialdiariodacptm
Twitter – 
http://www.twitter.com/DiariodaCPTM
Instagram –  
https://www.instagram.com/diariodostrilhos/

Redes Sociais dos autores das matérias:
https://www.instagram.com/ricardobrmorato/
https://ww.instagram.com/willianmoreira_fotojornalismo/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.