Reforço é anunciado após protestos do sindicato que representam os trabalhadores do setor de transporte coletivo e da intenção da Prefeitura de ter somente pessoas sentadas nas viagens.

Publicado: 09/06/2020

Ônibus próximo ao terminal Santana. Foto: Diário dos Trilhos

A Prefeitura da cidade de São Paulo por meio da SPTrans, anunciou novo reforço na frota de ônibus da capital nesta quarta-feira, 10 de junho, para atender o aumento da demanda de passageiros em razão da reabertura do comércio varejista.

Serão inseridos mais 1.705 ônibus para atender linhas de toda a cidade, levando a frota total a 92% da capacidade máxima, um pouco abaixo do que foi pedido pelo SindMotoristas, representante dos funcionários do setor.

Com isto o número de veículos nas ruas será de 11.828 coletivos, possibilitando assim segundo a SPTrans, maior segurança e redução dos impactos do coronavírus no transporte público, já que aglomerações e tempo de espera em terminais que geram filas, será menor.

O retorno do comércio amanhã será feito de forma escalonada, podendo abrir as portas das 11h às 15h, ter 20% da capacidade máxima de público no seu interior e os cuidados habituais de oferecer alcool em gel na entrada e o uso obrigatório de máscaras nas ruas e dentro das lojas.

A SPTrans ainda adotará mais medidas em áreas de sua responsabilidade, dentre elas:

– Uso obrigatório de máscaras nos ônibus e terminais;
– Marcação no solo nos terminais para sinalizar a distância de um metro entre os usuários nas filas;
– Higienização dos ônibus entre as viagens, principalmente nos locais onde há contato dos passageiros como balaústres, corrimãos e assentos;
– Higienização do ar-condicionado;
– Limpeza dos terminais, plataformas e banheiros;
– Autorização do uso de cortina em “L” para proteção do motorista;
– Ações de orientação e conscientização sobre cuidados e higiene pessoal por meio de mensagens sonoras e cartazes nos terminais, redes sociais e no Jornal do Ônibus;
– Monitoramento diário para ampliação e remanejamento da frota, se necessário.

Na tarde desta terça (09), um protesto promovido pelo sindicato do setor pedia que fossem colocado nas ruas todos os ônibus disponíveis, ou seja, 100% da frota. A manifestação foi pacífica e não houve interferência na circulação dos ônibus,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.