Publicado: 08/05/2020

Segundo a SPTrans é uma medida para conceder o benefício a quem realmente precisa.

A SPTrans informou nesta quinta-feira dia 07 de maio, que todos os cadastros para o Bilhete Único Especial do Isoso serão validados após comparação com as informações da Receita Federal. O objetivo é conceder o benefício a quem realmente tem o direito ao uso.

A primeira analise deste sistema identificou 15 mil cartões em CPFs de idosos já falecidos, sendo os bilhetes bloqueados logo em seguida.

A São Paulo Transportes (SPTrans) explica que é uma garantia de evitar fraudes e que também os idosos que não possuem o cartão, podem viajar gratuitamente e descer pela porta da frente dos ônibus apresentando o RG ao motorista.

Além dos cartões cadastrados em CPFs de pessoas idosas falecidas, a partir de agora cartões com divergência de dados no sistema, como CPF cancelado ou nulo, serão bloqueados, isto também usando como base os dados na Receita.

Para os detentores destes cartões, é necessário regularizar sua situação cadastral junto à Receita Federal. O usuário pode consultar a situação cadastral do seu CPF através do link https://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/CPF/ConsultaSituacao/ConsultaPublica.asp. Em caso de dúvidas, o beneficiário do Bilhete Único Especial Idoso pode entrar em contato com a SPTrans por meio do e-mail atendimento.idoso@sptrans.com.br e solicitar, se necessário a atualização cadastral, enviando uma foto do documento original, oficial, com foto atualizada e uma foto pessoal para identificação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.