Transportes e serviços essenciais como transporte continuam funcionando.


Governador João Dória durante coletiva de imprensa na tarde deste sábado 21/3. Foto: Reprodução

O Governador do Estado de São Paulo, João Dória, em coletiva de imprensa no começo da tarde deste sábado, 21 de março, decretou estado de quarentena por 15 dias em todo o Estado de São Paulo.

A quarentena começa a valer no dia 24 de março e vai até o dia 7 de abril, mas a medida pode ser prolongada em caso de necessidade. O objetivo é restringir a circulação de pessoas para assim diminuir os casos de contágio e transmissão do coronavírus que até o presente momento, o estado de São Paulo registra 15 mortes, 396 casos confirmados e 9 mil outros casos suspeitos do COVID-19 em investigação.

De acordo com o Governador, CPTM, Metrô e EMTU seguem funcionando, atendendo a população. Veja abaixo o que funciona e o que estará fechado durante a quarentena.

Foto: Diário dos Trilhos

“A partir da próxima terça-feira, 24 de abril, nós decretamos quarentena aos 645 municípios do estado de São Paulo por 15 dias, a partir do dia 24 de março até o dia 7 de abril. Isso implica na determinação, na obrigação, do fechamento de todo o comércio e serviços não essenciais à população em todo o estado de São Paulo pelo período de 15 dias, começando no dia 24 de março, terça-feira, até o dia 7 de abril. Esta medida poderá ser renovada, estendida ou suprimida se houver necessidade, mas ela faz parte das informações que nós temos embasadas da Secretaria de Saúde e do Centro de Controle do Covid-19”, disse Dória.

Serviços que continuam funcionando:

  • Transporte público (CPTM, Metrô e EMTU);
  • Armazéns;
  • Serviços de call center;
  • Pet Shop;
  • Serviços de segurança pública;
  • Industrias;
  • Bancos e lotéricas;
  • Farmacias, hospitais, clinicas e clinicas odontológicas (publicas e privadas).
  • Postos de combustíveis;
  • Transportadoras;
  • Super e Hipermercados.

Serviços fechados:

  • Restaurante e bares (atendendo apenas serviços de delivery);
  • Shoppings centers;
  • Comércio não essencial;
  • Academias;
  • Eventos esportivos;
  • Shows e outros eventos que geram aglomeração de pessoas.

Dória reforçou que a Polícia poderá ser utilizada para impedir aglomerações e citou como exemplo bailes funks na cidade, locais que costumam reunir grande número de pessoas.

Também foi reforçado o pedido para que as pessoas doem sangue, os postos em todo o estado estão com estoques muito baixo, em razão da baixa procura de pessoas para fazer a doação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.