Transportes e serviços essenciais como transporte continuam funcionando.


Governador João Dória durante coletiva de imprensa na tarde deste sábado 21/3. Foto: Reprodução

O Governador do Estado de São Paulo, João Dória, em coletiva de imprensa no começo da tarde deste sábado, 21 de março, decretou estado de quarentena por 15 dias em todo o Estado de São Paulo.

A quarentena começa a valer no dia 24 de março e vai até o dia 7 de abril, mas a medida pode ser prolongada em caso de necessidade. O objetivo é restringir a circulação de pessoas para assim diminuir os casos de contágio e transmissão do coronavírus que até o presente momento, o estado de São Paulo registra 15 mortes, 396 casos confirmados e 9 mil outros casos suspeitos do COVID-19 em investigação.

De acordo com o Governador, CPTM, Metrô e EMTU seguem funcionando, atendendo a população. Veja abaixo o que funciona e o que estará fechado durante a quarentena.

Foto: Diário dos Trilhos

“A partir da próxima terça-feira, 24 de abril, nós decretamos quarentena aos 645 municípios do estado de São Paulo por 15 dias, a partir do dia 24 de março até o dia 7 de abril. Isso implica na determinação, na obrigação, do fechamento de todo o comércio e serviços não essenciais à população em todo o estado de São Paulo pelo período de 15 dias, começando no dia 24 de março, terça-feira, até o dia 7 de abril. Esta medida poderá ser renovada, estendida ou suprimida se houver necessidade, mas ela faz parte das informações que nós temos embasadas da Secretaria de Saúde e do Centro de Controle do Covid-19”, disse Dória.

Serviços que continuam funcionando:

  • Transporte público (CPTM, Metrô e EMTU);
  • Armazéns;
  • Serviços de call center;
  • Pet Shop;
  • Serviços de segurança pública;
  • Industrias;
  • Bancos e lotéricas;
  • Farmacias, hospitais, clinicas e clinicas odontológicas (publicas e privadas).
  • Postos de combustíveis;
  • Transportadoras;
  • Super e Hipermercados.

Serviços fechados:

  • Restaurante e bares (atendendo apenas serviços de delivery);
  • Shoppings centers;
  • Comércio não essencial;
  • Academias;
  • Eventos esportivos;
  • Shows e outros eventos que geram aglomeração de pessoas.

Dória reforçou que a Polícia poderá ser utilizada para impedir aglomerações e citou como exemplo bailes funks na cidade, locais que costumam reunir grande número de pessoas.

Também foi reforçado o pedido para que as pessoas doem sangue, os postos em todo o estado estão com estoques muito baixo, em razão da baixa procura de pessoas para fazer a doação.

4 comentários »

  1. Tudo muito bom,a pandemia está tomando uma proporção sem limites,por favor senhor João Doria,comuniquem as pessoas não levar os familiares para passear no supermercado,e tal.eu trabalho em um na Abel Ferreira,e as pessoas vão com 3 a 6 pessoas fazer compras,fossem na sua cara e espirra,eu gostaria de pedir providência ,que proprietários de mercado de luvas e máscaras para seus funcionários,trabalhar,e que as pessoas deixem seus velhinhos e criancas em casa,meu número após as 16:30,
    11988481594 Lucimari
    Eu fiz 4 vídeos no face alertando as pessoas,mas eu sou uma só.
    Estou no face como
    Mari pinto

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.