Publicado: 20/03/2020

O produto vem sendo vendido dentro dos trens do Metrô e CPTM.

Modo de preparo do álcool em gel, sendo uma mistura de gel de cabelo com álcool comum. Foto: Reprodução

Vídeos que circulam nas redes sociais mostram em momentos separados, uma dupla de vendedores ambulantes empacotando álcool em gel na estação Luz do Metrô na Linha 1-Azul e em outro, uma apreensão de mercadoria adulterada na CPTM.

No Metrô a dupla é abordada por uma pessoa que filma, supostamente um segurança da companhia que diz ser proibido preparar o produto para venda ali no chão, sem condições de higiene e autorização. Os dois então pegam os produtos e saem da estação. Veja o vídeo:

Já na CPTM, um vídeo mostra a apreensão de mercadoria que seria comercializada nos trens da companhia. Em certa parte pode ser visto como é preparado o álcool em gel para venda, uma mistura grotesca entre álcool comum com gel de cabelo.

Neste momento em que o álcool em gel 70% está sendo procurado por todos em várias partes do Estado e país, grupos aproveitam a procura e agem de forma criminosa, induzindo as pessoas ao erro, comprando algo que não vai lhe prevenir ou higienizar suas mãos.

É importante ressaltar que além de não ter efeito nenhum antisséptico, a venda destes produtos alterados configura crime, podendo colocar a vida de quem compra em risco.

No começo da noite desta quinta-feira 19/3, seis pessoas foram detidas e conduzidas a delegacia após operação da Polícia Civil contra a venda ilegal na região da Rua 25 de Março.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.