A informação é do Jornal Folha de São Paulo, que em seu texto cita pelo menos sete agentes de uma empresa contratada teriam praticado o ato.

Foto: Arquivo pessoal

Um adolescente de 16 anos teria sido vítima de tortura por seguranças terceirizados da CPTM na última sexta-feira (25), na estação Corinthians-Itaquera da Linha 11-Coral.

Segundo o jornal, era por volta das 18h30 quando o jovem acompanhado de um colega tentaram entrar na área paga da estação, pulando as catracas. De pronto foram repreendidos e retirados por uma dupla de vigilantes. Na sequência eles pediram dinheiro para as pessoas e compraram as passagens, sendo impedidos novamente de ingressar na estação. Com isto, um dos dois jogou uma pedra em direção aos funcionários tentando os acertar. Os seguranças detiveram e o levaram para uma sala da estação, onde ele foi o obrigado a tirar a roupa.

O jovem conta que nos seguintes 40 minutos ele foi alvo de chutes, socos e recebeu pancadas com cassetete, causando marcas pelo corpo e cortes na boca. Sete seguranças teriam se revezado na sessão de espancamento.

Um boletim de ocorrência foi registrado no 50°DP que ficou responsável pela investigação do caso. Um exame no IML de corpo de delito foi realizado e o laudo sai em até 30 dias. A vítima da agressão está recebendo ajuda e apoio da ONG AMPARAR e da Rede de Proteção e Resistência contra o Genocídio.

Em nota a Folha de SP, a CPTM informou que o levantamento das imagens do circuito de monitoramento está sendo realizado e se caso for comprovado a agressão, os seguranças podem ser afastados ou demitidos. A companhia completa que não admite ou compactua com casos de violência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.