Liminar judicial determina que 70 % da frota opere no horário de pico.

Ônibus parados em paralisação na tarde desta quinta no centro de São Paulo. Foto: Diário dos Trilhos

A greve de ônibus na capital paulista nesta sexta-feira (06) até o momento é parcial. Na noite de ontem a Prefeitura conseguiu uma liminar na justiça fixando uma multa diária de R$ 100 mil caso o sindicato não atendesse a recomendação que é de 70% dos ônibus operando no horário de pico  (6h às 9h e entre 16h às 19h) e 50% nos demais horários.

A categoria protesta contra o não pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), diminuição da frota e da possível demissão de 6 mil funcionários segundo a categoria. Ontem houve um protesto na Prefeitura e na parte da tarde houve paralisação pelo fato da gestão de Bruno Covas, não ter recebido representantes do Sindicato.

A SPTrans divulgou uma breve nota afirmando que os ônibus estão operando:

“Os 30 terminais municipais estão com operação de ônibus. Nossos técnicos estão nas ruas desde a madrugada, monitorando a operação do transporte público e orientando passageiros.”

Entretanto em alguns terminais tem linhas que não operaram e que alguns terminais terão seus ônibus recolhidos para apoiar a manifestação prevista para as 8h em frente a Prefeitura. Até o momento confirmado, 19 linhas da Empresa Sambaiba que atende a Zona Norte não estão operando e os Terminal Parque Dom Pedro está sem coletivos funcionando no momento.

Fechamento matéria 06h30

1 comentário »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.