Categoria faz ato contra a redução da frota de ônibus da cidade e o não pagamento da PLR.

Ônibus foram estacionados em frente a Prefeitura. Foto: Diário dos Trilhos

Desde o meio dia desta quinta (05) o Sindmotoristas que representam os motoristas e cobradores de ônibus da capital, protestam em frente a Prefeitura de São Paulo e acenam uma possibilidade de greve para amanhã.

A categoria reivindica o pagamento da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) e contra a redução da frota de veículos na cidade, que segundo os sindicalistas, a Prefeitura já retirou 450 veículos e pretendem retirar mais 500 até o final do ano.

Na frente da Prefeitura o pedido era que Bruno Covas, Prefeito da cidade recebesse a liderança para conversar e buscar uma solução para as questões levantadas. O prazo dado era até o meio dia e sem serem atendidos, dezenas de ônibus foram retirados de linhas que circulam na região central, sendo que aproximadamente 30 estão no Viaduto do Chá, local da manifestação.

Foto: Diário dos Trilhos

O Sindicato ainda reforçou  que a greve amanhã está programada e depende dos órgãos municipais e empresários de ônibus buscar ainda hoje uma solução e evitar a greve programada para amanha. O deputado federal e presidente licenciado do SINDMOTORISTAS, Valdevan Noventa, deverá chegar de Brasília, para a manifestação.

Até o fechamento desta matéria às 13 horas, os Terminais Bandeira e Parque Dom Pedro estavam fechados para entrada e saída de veículos.

1 comentário »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.