ViaMobilidade afirma que recebeu “trens velhos” da CPTM

A frota supostamente mais antiga seria parte dos motivos que resultaram em tantos problemas no primeiro ano de operação.

Publicado: 27/01/2023

Passageiros embarcando em trem da Linha 8-Diamante. Foto: Diário dos Trilhos

Em entrevista para a TV Globo, o presidente da divisão de mobilidade do Grupo CCR, Marcio Hannas, afirmou que a ViaMobilidade recebeu somente trens velhos do Governo do Estado quando assumiu a operação das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda.

Segundo o executivo, a forma que a licitação foi criada pelo Governo do Estado aconteceu de uma maneira que o vencedor herdou uma estrutura ruim e mais rodada. Isto demandou uma operação da empresa privada para “recuperar” os trens. Leia a seguir o que Hannas disse.

“A estruturação da licitação foi feita de uma forma que a CPTM pegou os trens mais antigos que circulavam em todas as linhas aqui em São Paulo. Então nós pegamos esses trens antigos e que obviamente não eram os mesmos trens que operavam nas linhas 8 e 9 e a gente teve que fazer toda uma recuperação destes trens ao longo deste ano.”


Entretanto o que o representante do Grupo CCR não explica, é que todos os participantes do leilão da concessão onde a ViaMobilidade foi a vencedora, sabiam exatamente quais trens seriam enviados para a linha no ato de assumir as duas linhas.

Outro ponto também não mencionado, é que a concessionária não recebeu os trens mais velhos da CPTM, uma vez que até hoje a companhia estatal opera trens da Série 2100 e 2000, fabricados respectivamente na década de 1970 e pouco antes da virada do ano em 1999.

Como ponto referencial, a frota atual da ViaMobilidade para as linhas 8 e 9 dos trens urbanos é composta  da seguinte forma:

40 trens da Série 7000, fabricados em meados de 2009/2010 e que atualmente é composta por 38 trens, já que dois a empresa após análise compreendeu possuir custo elevado para remobilizar os mesmos, aproveitando as peças em bom estado e destinando a “carcaça” para sucata, mas atualmente estão em um terreno junto da estação Presidente Altino.

8 trens da Série 7500, fabricados em 2010, entraram em operação no ano seguinte justamente na Linha 9-Esmeralda, uma das concedidas e depois de alguns anos que foram enviados para outras linhas do sistema, retornando para a concessionária pouco antes da concessão.

7 trens da Série 8500, são trens fabricados em 2016 e operavam na Linha 11-Coral, sendo os mais novos em uso pela ViaMobilidade, com o contrato de concessão prevendo a devolução destas sete unidades para o Estado com a chegada de novos trens.

6 trens da Série 5400, fabricados nos anos 70 para operar pela FEPASA, foram modernizados pela CPTM no ano de 2013 para operar na extensão entre Amador Bueno e Itapevi na Linha 8-Diamante, sendo estes os mais antigos da frota da concessionária, porém pouco utilizados, ou aproveitados em um curto trajeto.

A empresa havia informado ano passado que nos mês de janeiro receberia o primeiro trem da Série 8900 comprado da Alstom, mas o prazo não será cumprido, com a promessa da chegada de pelo menos um dos trens em fevereiro.

O lote total da compra destes trens totalizam 36 composições com oito carros de passageiros cada, além de recursos tecnológicos como contador de passageiros instalados em cada porta, painel de led informando as estações, sprinklers para apagar um eventual incêndio, ar-condicionado, câmeras de monitoramento, entre outros equipamentos.

Quer receber nossos textos assim que publicados? Acesse nosso grupo no Telegram (https://t.me/diariodacptm)

Nossas redes sociais
Facebook –
http://www.facebook.com/oficialdiariodacptm
Twitter – http://www.twitter.com/DiariodaCPTM
Instagram –  https://www.instagram.com/diariodostrilhos/

Redes Sociais dos autores das matérias
https://www.instagram.com/ricardobrmorato/
https://www.instagram.com/willianmoreira_fotojornalismo/

2 Comments

  1. alexandre

    Na minha opiniao, os mais antigos nao por favor isso e apenas uma desculpa.
    A CPTM utilizava aqueles trens que nem ar condicionado tinha parecia uma sauna e nao acontecia o que na linha da Via Mobilidade vem mostrando com descarrilhamento atrasos falta de informação, trens circulando com ar condicionado desligado e fazendo pouco caso do passageiro

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: