O acidente aconteceu na estação Trianon-MASP e a companhia informou apenas que houve a presença de usuário na via, no momento desta ocorrência.

Publicado: 02/09/2022

Foto: Reprodução TV Globo

Uma passageira deficiente visual ficou ferida e precisou ser hospitalizada após cair nos trilhos da estação Trianon-MASP da Linha 2-Verde do Metrô de São Paulo, na manhã desta quinta-feira, 1° de setembro de 2022.

Nos canais oficiais do atendimento da empresa foi informado que a mudança no atendimento entre 08h29 e 08h57 será devido à “presença de usuário na via”.

Para entender a gravidade deste acidente, o Metrô possui um protocolo de atendimento onde todos deficientes visuais são assistidos desde quando entram no sistema até sua saída, pois quando ele embarca, é levado até o trem e colocado no interior em segurança por um funcionário devidamente identificado com uniforme, este faz o aviso da estação que vai descer e lá um outro funcionário espera ele chegar.

Porém no caso da Magda, a vítima deste acidente, em entrevista para a TV Globo, o centro de operações da companhia foi avisado para auxiliar ela no seu desembarque na estação Trianon, mas ao chegar lá ninguém a esperava. Sem ajuda, ela tentou sozinha procurar a saída da estação e caiu na via, mas sem perceber onde estava.

Como ela não conseguiu subir e não teve ajuda de outras pessoas, precisou se deitar no vão dos trilhos para não ser atropelada pelo trem que chegou pouco tempo depois, ficando embaixo dele.

A partir disso, os funcionários da estação efetuaram o resgate e levaram a passageira para o pronto socorro do Hospital das Clínicas.

Em nota o Metrô disse que está apurando o que aconteceu e vai punir os responsáveis caso constatada a falha no atendimento.

Leia a seguir a nota na íntegra.

“O Metrô informa que lamenta o ocorrido e que presta auxílio à passageira que caiu na via. A causa do acidente está em apuração. Os funcionários do Metrô socorreram a passageira e a encaminharam ao Hospital das Clínicas sem ferimentos graves. O protocolo da empresa determina o atendimento a deficientes visuais que não tem total autonomia de deslocamento para o embarque e desembarque com segurança. Se houver qualquer indício de falha no atendimento, os responsáveis serão punidos.”

Um levantamento do Diário dos Trilhos realizado em maio deste ano, constatou que desde 2015 o número de funcionários vem diminuindo, isto resultando em vários problemas cada vez mais evidentes, como atendimento ruim, insegurança, assaltos e acidentes.

Saiba mais: https://diariodostrilhos.com/2022/05/30/metro-de-sao-paulo-vem-perdendo-funcionarios-desde-2015/

Quer receber nossos textos assim que publicados? Acesse nosso grupo no Telegram (https://t.me/diariodacptm)

Nossas redes sociais
Facebook – http://www.facebook.com/oficialdiariodacptm
Twitter – http://www.twitter.com/DiariodaCPTM
Instagram –  https://www.instagram.com/diariodostrilhos/

Redes Sociais dos autores das matérias
https://www.instagram.com/ricardobrmorato/
https://ww.instagram.com/willianmoreira_fotojornalismo/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.