Vídeo publicado nas redes sociais do parlamentar, mistura imagens do desabamento e da obra inundada com esgoto e depoimento de mulheres que trabalham na construção da Linha 6-Laranja.

Publicado: 04/02/2022

Foto: ITechDrones

O Deputado Federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) publicou na tarde desta sexta-feira, 4 de fevereiro de 2022, um vídeo em suas redes sociais onde atribuiu para mulheres, a responsabilidade no desabamento de obra na Linha 6-Laranja do Metrô de São Paulo.

Na publicação, imagens do túnel desabando e sendo ocupado pelo esgoto da adutora da SABESP que se rompeu, é misturado com o depoimento de funcionárias da Acciona, empresa responsável pelo empreendimento.

O parlamentar ainda destacou a frase de uma das profissionais que trabalha no setor de recursos humanos da empresa, onde ela destacou que tem a preferência de contratar mulheres, questionando se homem é engenheiro pior que uma mulher. Após isto, imagens do governador João Doria também aparecem na montagem.

Veja abaixo a publicação:

O detalhe é que o vídeo institucional tem depoimentos de trabalhadoras nas áreas de RH, segurança do trabalho, setor administrativo e engenharia de planejamento, não necessariamente ligadas diretamente com a escavação ou com o acidente na obra.

A multinacional espanhola Acciona, publicou para a imprensa uma nota de repudio sobre as imagens divulgadas e disse estar estudando medidas judiciais contra os autores da publicação. Leia abaixo:

“A ACCIONA, como uma empresa que tem o respeito à diversidade como um dos pilares de sua política de ESG, lamenta profundamente o teor de uma videomensagem que circula em redes sociais. A companhia considera  o conteúdo  misógino e extremamente desrespeitoso com nossas colaboradoras.  A ACCIONA tem programas especiais de estímulo à contratação de mulheres, inclusive na área de construção, e se orgulha dos seus profissionais.  A empresa estuda as medidas judiciais cabíveis ao caso.”

O acidente na obra da Linha 6-Laranja do Metrô paulista aconteceu durante o processo de escavação do túnel que veio a desestabilizar o solo abaixo de uma rede adutora de esgoto da SABESP que veio a se romper, desabando com a ruptura, inundando de esgoto os túneis, obra e tatuzão, além de abrir uma cratera na pista da Marginal Tietê.

Avisos sonoros foram ativados no momento do acidente, possibilitando a saída de todos os trabalhadores e com isto ninguém ficou ferido.

Em nota também ao site, a Concessionária Linha Uni, responsável pela construção da nova linha do Metrô, informou que o “incidente é pontual” e não interferirão nas demais frentes de trabalho, ou seja, nos outros canteiros de obras ao longo do trajeto da linha.

Quando estiver em funcionamento pleno, a Linha 6-Laranja terá um total de 15 quilômetros de extensão, com 15 estações e integrando com a CPTM na Água Branca (linhas 7-Rubi e 8-Diamante) e com as linhas 1-Azul e 4-Amarela, prevendo transportar 630 mil pessoas por dia.

Quer receber nossos textos assim que publicados? Acesse nosso grupo no Telegram (https://t.me/diariodacptm)

Nossas redes sociais
Facebook – http://www.facebook.com/oficialdiariodacptm
Twitter – http://www.twitter.com/DiariodaCPTM
Instagram –  https://www.instagram.com/diariodostrilhos/

Redes Sociais dos autores das matérias:
https://www.instagram.com/ricardobrmorato/
https://www.instagram.com/willianmoreira_fotojornalismo/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.