Uma confusão aconteceu na Praça da República, gerando confronto entre manifestantes e PM no começo da noite desta quinta-feira.

Foto: Reprodução Twitter/CMI

Dez pessoas foram detidas na noite desta quinta-feira 16, após tumulto na Praça da República, centro de São Paulo, durante a manifestação do Movimento Passe Livre contra o aumento das tarifas de ônibus, Metrô e Trem.  

Segundo informações a intenção dos manifestantes era chegar até a Av. Paulista, mas em frente o Metrô Repúbica não puderam mais seguir caminhando, com o caminho bloqueado pela Polícia. A PM alegou que devido aos diversos alagamentos na região, não poderia autorizar a caminhada pela Consolação, o que iria trazer mais prejuízos ao transito e a quem fosse passar pela via.

Durante a confusão, vídeos registrados pelos manifestantes mostram o confronto com a Polícia e alguns sendo detidos, quando uma mulher é puxada pelo cabelo. Ela também foi levada a delegacia. Agencias bancárias da Rua Sete de Abril e lixeiras foram alvo de vandalismo.

Crédito: Reprodução Twitter
Crédito: Reprodução Twitter

Em nota a Secretaria de Segurança Pública disse que houve um principío de tumulto que foi contido pela PM, inclusive com uma policial ferida. Sobre o vídeo acima exibido, a Secretaria informou que vai analisar as imagens do ocorrido. Os dez detidos foram liberados durante a madrugada.

Uma quarta manifestação já está marcada para o próximo dia 23/01/2020, uma quinta-feira às 17h no Terminal Parque Dom Pedro, no centro da cidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.