Dois seguranças foram vítimas de uma emboscada na estação Pirituba, e ficaram feridos.

Um grupo de ambulantes atacou os vigilantes terceirizados da empresa GOCIL que estavam trabalhando na estação Pirituba da Linha 7-Rubi, no final da noite deste sábado (11/1). Relatos em um grupo no Facebook cita mais de 50 envolvidos na tentativa de homicídio.

Foto: Reprodução Redes Sociais

O ataque que ocorreu por volta das 23h, coincidiu logo após o horário em que os PMs que estavam na estação haviam encerrado seu dia de trabalho, mostrando provavelmente uma premeditação da ação criminosa, que deixou dois vigilantes feridos e levou pânico aos passageiros que estavam na estação e no trem que estava parado. Um video que recebemos mostra um trio de vigilantes acuados no canto e sendo alvo de ataques com extintores, e pedras, inclusive sendo possível ouvir a frase por várias vezes, “É pedrada c@##$&” enquanto eram atacados pelo bando.

Vídeo: Reprodução Twitter

O motivo aparentemente seria o aumento das fiscalizações realizadas para coibir o comércio ambulante. Na hora não houve a chegada rápida da polícia e a agressão só terminou após o maquinista fechar as portas do trem, trem que também foi alvo de vandalismo e foi retirado da operação para passar por reparos de manutenção. Veja imagens dos suspeitos:

Os ambulantes fugiram e nenhum foi detido. Já os seguranças da empresa GOCIL foram levados ao PS da Barra-Funda, sendo que um deles foi transferido para a Santa Casa de Misericórdia, em razão das agressões que sofreu.

O caso foi registrado no 33°DP de Pirituba e a Polícia vai investigar o caso. Caso que é só mais um, da série de confusões que ocorrem desde o ano passado, onde os vigilantes que inclusive estão com desvios de funções tem que se respaldo algum, atuar na apreensão de mercadorias, ficando vulneráveis a essas ações planejadas que tem como objetivo, colocar medo nos funcionários. Este episódio mostra que o horário e contingente da polícia precisa não só ser ampliado, como também mudar o modo de atuação, já que no contrato firmado, a Polícia não atuará na apreensão de mercadorias do comércio ilegal.

11 comentários »

  1. Comercio ambulante no metrô e cptm é crime. É lei. Eles tem sempre a opcao de procurar algum semáfaro pra tentar vender seu produto. Espero que os vigilantes respondam adequadamente as agressoes gratuitas e injustas.

    Curtir

    • Meu Deus está de mais viajamos sei segurança este vagabundos será não pensar que poder ter crianças no vagões e idosos. E no trem e no metrô tem quer o governador reforça a segurança até mais tarde com policiais militares vai acordar joao doria voltei por senhor para nós brasileiros trabalhadores ter segurança para nós chegar em casa com vida nois pagamos impostos para istou Caralho. 🚓🚔🤬😡😤.

      Curtir

  2. Isso é resultado direto da ascensão do ultraliberalismo. Sem empregos formais, os índices de informalidade/subemprego são galopantes. Gente fazendo 12h a 18h de Rappi ou iFood virou quotidiano, mas isso só rola pra quem já tem as mínimas condições. O precariado mais paupérrimo não tem acesso nem a esse tipo de subemprego e se vê forçado a dar seus pulos, vendendo mercadoria na CPTM.
    É claro que eles não gostam dos guardinhas terceirizados (que também estão em outro tipo de subemprego). Atuando em nome da CPTM, são eles que colocam em risco a sobrevivência de inúmeras famílias. Já pensou se tivesse alguém que pudesse, em menos de 5 minutos, acabar com o seu ganha-pão? Dá raiva. E muita.
    Mas é claro que os guardinhas não são os culpados por essa situação também. São apenas a parte de atuação sobre o problema, que gera mais problema. Logo eles, que também têm famílias pra sustentar e se viram como podem com um salário que, tenho certeza, é muito longe do suficiente.
    O verdadeiro culpado é o ultraliberalismo e a ganância dos poderosos.

    Curtir

    • Sabe porque eles apanho esse da foto com a boca estourada adora agredir ambulante eu sou .mareteiro e esse cara me quebrou na pancada me levo no lugar chamado quartinho e me espancou de caseteti até eu desmaia bem feito ele devia ter morrido e ou outro de cabelo pranco aqui na linha o apelido dele e juao pé de barro gosta de 0assar a .só nas mareteiras

      Curtir

  3. Atualmente não tem sossego qualquer viagem da cptm. Mal fecha a porta é uma gritaria geral chegando a discussões entre eles pelo excesso de vendedores no mesmo vagão. Vai tu reclamar que ainda leva um pau no couro… tem pessoal educado mas tem muito ignorante e folgado. População culpada pois participa da infração. É crime e não têm consciência disso

    Curtir

  4. Um que você nem sabe o que a palavra crime significa pra dizer que comercio ambulante é crime. Dois, eu prefiro os caras venderem coisas no trem do que me assaltar na rua, ou você acha que se pararem de vender magicamente comida vai brotar na mesa deles? Óbvio que não to defendendo a atitude da agressão, isso sim foi um crime e precisa prender esses caras.

    Curtir

  5. Já vi diversas vezes excesso desses seguranças com pais de família, dão mata leão sem necessidade, negligenciam suporte a vitimas de roubo/furto nas dependências da CPTM (pq essas coisas só acontecem na CPTM), nunca ninguém falou nada, é assim, uma hora o povo se revolta… Melhor que aumentar o poder para abusos e mais agressões deveriam rever essa lei ou flexibilizar pq sem emprego o povo vai dar um jeito de ganhar dinheiro até pq a fome não sabe ler artigo.

    Curtir

  6. Este caras tem que ser presos por tentativa de assassinato mediante linchamento e premeditação. Fazer pagar tratamento médico bem como os medicamentos e os danos causados ao trem.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.