O caso aconteceu no começo da noite desta terça (26) na Linha 8-Diamante.

Foto: Reprodução video/arquivo pessoal

Um vídeo recebido pelo Diário, mostra quando dois jovens menores de idade, viajam pelo lado de fora em um trem na Linha 8-Diamante entre as estações Quitaúna e Carapicuíba. O vídeo de pouco mais de 2 minutos um dos jovens se debruça para a frente, solta uma das mãos e brinca com a situação enquanto passageiros dentro do trem comentam sobre, ao mesmo tempo em que o trem percorre em velocidade alta o trajeto.

Outro detalhe é que quando o trem parou na estação General Miguel Costa, nenhum agente de segurança repreendeu ou impediu o ato, que se seguiu até a estação seguinte (Carapicuíba) conforme o vídeo. Veja as imagens:

Créditos: Carlos Costa/arquivo pessoal

Em nota a CPTM informou que não recebeu registro desta ocorrência e que as imagens serão analisadas para devidas providencias. Confira a nota:

A CPTM não recebeu registro de ocorrência dessa natureza na data e horário informado. A equipe de Segurança irá analisar as imagens para as devidas providências.
As pessoas que cometem esse tipo de irregularidade colocam em risco suas próprias vidas, em atitude extremamente irresponsável, e também dos demais usuários, que poderão ser impactados caso haja algum acidente que comprometa a operação.
Quando flagradas pelas equipes de Segurança são encaminhadas às Autoridades Policiais competentes para adoção de providências e devido enquadramento legal.
A CPTM mantém equipe de segurança com cerca de 1.500 agentes próprios e terceirizados, e um moderno sistema de monitoramento com 5.600 câmeras nas linhas, estações e trens. Os usuários também podem colaborar com a segurança do sistema, denunciando irregularidades pelo serviço de SMS-Denúncia (9 7140-4949). A mensagem é recebida em uma central de monitoramento, que destaca os agentes de segurança mais próximos para verificação e providências.

É importante ressaltar que este tipo de ação principalmente na Linha 8-Diamante é freqüente e no começo deste ano um homem foi atropelado, além de outros casos que terminam em morte ou graves lesões ao praticante. O Surf ferroviário como é chamado é crime e incorre no artigo Art. 260 do Código Penal – Decreto Lei 2848/40 –  Impedir ou perturbar serviço de estrada de ferro tem pena prevista de dois a cinco anos reclusão, de dois a cinco anos, e multa. Se o autor for menor de idade, ele é encaminhado à Vara da Infância e Juventude.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.