Os resultados são da pesquisa Origem Destino do Metrô que foi divulgada nesta quarta (03), mostrando que metade das pessoas entrevistadas utiliza as bicicletas para pequenas distancias.

Ciclovia do centro histórico em frente ao Teatro Municipal. Foto: Secretaria de Mobilidade e Transporte (SMT)

Por Willian Moreira

A bicicleta vem ganhando espaço, e reflexo disto são os dados divulgados no último dia 03 da Pesquisa Origem Destino do Metrô. A pesquisa que coletou dados de mais de 150 mil pessoas, mostrou que a bike ganhou um numero considerável de usuários, confirmado pelo aumento do numero de viagens diárias que em 2007 foi de 304 mil para 377 mil em 2017. Um crescimento de 24% em dez anos. Dois fatores que contribuíram foi o investimento em ciclovias e ciclofaixas e a entrada de aplicativos e empresas de compartilhamento de bicicletas em São Paulo. A praticidade e facilidade de encontrar e usar as “magrelas” permite que pequenas distancias antes realizadas a pé ou por outro meio que incluía carros, pode ser feita sob duas rodas, total de  pouco mais de 50% das viagens.

Atualmente segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) a cidade possui 503,6 Km de faixas para bicicletas permanentes, sendo 473 km de ciclovias e ciclofaixas e este número está em expansão. Segundo a gestão Bruno Covas confirmou recentemente, a previsão com o investimento de 325 milhões de reais no modal para criar 173,3 km de novas pistas para bikes e requalificar 310 quilômetros já existentes, chegando ao total de 676,9 km de ciclovias e ciclofaixas na cidade.

No caso dos aplicativos, Itaú, Bradesco e a Yellow são as três principais empresas que compartilham atualmente as bicicletas com tarifas diferentes entre cada uma delas, mas que permite a liberdade de escolha e mais opções ao consumidor/ciclista. A região de atuação (mapas abaixo) é focada mais na região nobre e bairros do entorno, como Pinheiros, Moema, Vila Olímpia, Moema, entorno da Marginal Pinheiros e Av. Paulista, que recebem todos os dias uma grande quantidade de pessoas, tem melhores índices de segurança e menores casos de furtos e roubos dos equipamentos, diferente do centro da cidade que devido altos casos de furtos e vandalismo nas bicicletas, fez que Yellow e Itaú diminuíssem a atuação na região, notada pelo pouco numero de bikes disponíveis.

Mapa de atuação da Yellow
 Mapa de atuação da Ciclo Sampa/Bradesco Seguros
Mapa atuação Bike Sampa/Banco Itaú

A Yellow inclusive em seu aplicativo mostra que o centro não é área de atuação do serviço e gratifica com bônus em sua carteira de crédito, clientes que levem pedalando, as bicicletas de volta a região de atuação da empresa, mas também é comum a busca nos locais onde se encontram. O Bradesco por sua vez, participa aos finais de semana e feriados com a montagem, sinalização e monitoramento de ciclofaixas de final de semana, uma parceria com a Prefeitura.

O transporte publico também deu sua mão no crescimento do modal. Somados CPTM e Metrô temos 50 estações na região metropolitana que dispõe de bicicletários e nos trens e estações existem regras e horários de uso, mas que permitem que a pessoa possa percorrer distancias maiores e pedalar por diferentes pontos da cidade. No Metrô e trens da CPTM as bikes podem acessar o sistema nos seguintes horário:

Segunda a sexta: a partir das 20h30;
Sabádos: a partir das 14h;
Domingos e feriados durante todo o dia.

Os bicicletários da CPTM funcionam durante todo o horário de operação da estação e no metrô das 06h até ás 22h. Confira abaixo a relação de estações que tem espaço para guardar bicicletas:

Metrô

Linha 3-Vermelha – Corinthians-Itaquera, Guilhermina-Esperança, Sé e Carrão;
Linha 4-Amarela – Pinheiros, Fradique Coutinho, Butantã e São Paulo-Morumbi;
Linha 5-Lilás – Alto da Boa Vista, Borba Gato, Brooklin, Campo Belo, Moema, Eucaliptos, AACD-Servidor, Hospital São Paulo e Santa Cruz;

CPTM

Estações: Vila Aurora, Caieiras, Franco da Rocha, Carapicuíba, Jandira, jardim Silveira, Jardim Belval, Itapevi, Engenheiro Cardoso, Osasco, Villa Lobos-Jaguaré, Cidade Universitária, Vila Olimpia, Autódromo, Jurubatuba, Primavera-Interlagos, Grajaú, Tamanduateí, Ferraz de Vasconcelos, Suzano, Poá, Calmon Viana, Comendador Ermelino, Itaim Paulista, Jardim Helena-Vila Mara, USP Leste, São Miguel Paulista, Engenheiro Goulart (possui dois), Guarulhos-CECAP e Aeroporto-Guarulhos.

A Pesquisa Origem Destino

Essa é a sexta edição da Pesquisa OD – o maior levantamento de mobilidade urbana realizado no Brasil. Os dados são apurados a cada 10 anos pelo Metrô e, a partir dos resultados, é possível entender a mobilidade e a forma como as pessoas se deslocam na Região Metropolitana de São Paulo. Isso possibilita o mapeamento dos deslocamentos e das atividades econômicas da Grande São Paulo para o planejamento do transporte público.

A Pesquisa OD é uma ferramenta estratégica para a gestão eficiente. Com o levantamento e o entendimento dos fluxos diários daqueles que estudam, trabalham, compram, vendem e passeiam, o Estado, as prefeituras e até mesmo o Governo Federal podem desenvolver políticas públicas de saúde, educação, segurança pública e desenvolvimento urbano.

Com a expertise de realizar a maior pesquisa de mobilidade do país há 5 décadas, o Metrô de São Paulo poderá prestar consultoria para a realização de levantamentos similares em outros estados, que podem ser aplicados em projetos a favor da infraestrutura de crescimento e atendimento à população, também auxiliando na organização do espaço urbano.

Na edição de 2017, foram 11 meses de trabalho para a coleta das informações com mais de 156 mil pessoas nas 39 cidades que formam a Região Metropolitana de São Paulo. As entrevistas foram feitas em residências, rodovias, aeroportos e terminais rodoviários.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.