O ataque foi realizado pela internet, dias após uma ação parecida ter acontecido na CPTM que ainda nega o ocorrido.

Publicado: 23/12/2022

Foto: Diário dos Trilhos

A SPTrans informou na manhã desta sexta-feira, 23 de dezembro de 2022, que um ataque cibernético realizado no seu sistema na internet, resultou no vazamento de dados cadastrais de 13 milhões de pessoas.

Essas informações têm como base o banco de dados de abril de 2020, referente a pessoas que possuem o Bilhete Único, seja na modalidade Comum, Estudante, Idoso ou entre outros.

Estes 13 milhões de cadastros contém as seguintes informações de cada pessoa, nome, nome social, data de nascimento, CPF, RG, endereço, número de telefone, filiação, PIS, matrícula de aluno, estado civil, naturalidade, sexo, e-mail, além de login e senha do portal de serviços da SPTrans na internet.

A SPTrans disse também que já comunicou a Polícia Civil na DCCIBER (Divisão de Crimes Cibernéticos) para a abertura de um inquérito e investigação criminal para apurar a pessoa ou grupo que efetuou este ataque ao sistema da empresa gerenciadora do transporte por ônibus na cidade de São Paulo.

Em nota para a imprensa, a SPTrans afirma que  “repudia o ato criminoso do qual, junto com a população, foi vítima e lamenta o incidente”, além de que não existe a necessidade dos usuários do Bilhete Único ir em algum posto de atendimento, já que “os cartões de Bilhete Único permanecem ativos e os respectivos saldos estão preservados, não havendo quaisquer prejuízos nos créditos utilizados no serviço de transporte.”

Este é o segundo ataque na internet contra uma empresa pública de transporte em menos de uma semana. No último domingo (18), a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) foi alvo de uma ação parecida e desde então o seu aplicativo, site, sistema de licitações, intranet (sistema interno para funcionários) estão fora do ar.

A empresa presidida por Pedro Moro, vem reforçando aos seus funcionários para sequer nem ligar os computadores para impedir a ação do supervírus, mas publicamente, a diretoria e empresa se comportam como se nada estivesse acontecendo, não tendo se pronunciado oficialmente sobre isso, e dizendo se houve, por exemplo, vazamento de dados dos usuários dos trens.

Quer receber nossos textos assim que publicados? Acesse nosso grupo no Telegram(https://t.me/diariodacptm)

Nossas redes sociais
Facebook –
http://www.facebook.com/oficialdiariodacptm
Twitter – http://www.twitter.com/DiariodaCPTM
Instagram –  https://www.instagram.com/diariodostrilhos/

Redes Sociais dos autores das matérias
https://www.instagram.com/ricardobrmorato/
https://ww.instagram.com/willianmoreira_fotojornalismo/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.