A intenção é quitar as dívidas e voltar a voar.

Publicado: 14/04/2022

Foto: Diário dos Trilhos

No começo da noite desta quarta-feira, 13 de abril de 2022, o CEO da ITA Transportes Aéreos, Adalberto Bosgan, anunciou a venda da empresa aérea para uma empresa financeira, a Baufaker Consulting.

Documento divulgado para acionistas diz que “concentra esforços na capitalização da empresa, na reorganização e manutenção do grupo de colaboradores e executivos”, com a projeção de retornar a voar.

No comunicado o novo proprietário espera comprar e efetuar a manutenção de cinco aviões do modelo Airbus A320neo, iguais ou os mesmos que a ITA operava, para transportar passageiros e cargas.

A retomada da ITA começará, de acordo com o documento, na próxima semana, com a negociação da dívida com funcionários, clientes e fornecedores acumulados desde 17 de dezembro de 2021, quando subitamente as operações foram suspensas.

De acordo com o jornal O Globo, a dívida ultrapassa o valor de R$ 180 milhões e é necessário a empresa refazer todos os tramites para voltar a voar, como a ITA realizou durante a pandemia para obter o certificado de operador aéreo.

Veja o comunicado a seguir:

Quer receber nossos textos assim que publicados? Acesse nosso grupo no Telegram (https://t.me/diariodacptm)

Nossas redes sociais
Facebook – http://www.facebook.com/oficialdiariodacptm
Twitter – http://www.twitter.com/DiariodaCPTM
Instagram –  https://www.instagram.com/diariodostrilhos/


Redes Sociais dos autores das matérias:
https://www.instagram.com/ricardobrmorato/
https://www.instagram.com/willianmoreira_fotojornalismo/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.