Na visão do órgão a empresa agiu de má fé e prejudicados podem procurar o site da instituição do consumidor.

Publicado: 20/11/2021

Guichês da ITA vazios no Aeroporto Internacional de Guarulhos após suspender as atividades na sexta (17). Foto: Diário dos Trilhos

A crise da Itapemirim continua e muitos passageiros não sabem o que será de suas viagens no final deste ano. Para tentar agilizar a solução de cada caso, ao Procon de São Paulo notificou a empresa aérea nesta segunda-feira, 20 de dezembro de 2021, exigindo que o reembolso dos valores pagos seja feito imediatamente, e não em até doze meses como determina a resolução do setor.

Caso isto não for cumprido, uma multa de até R$ 11 milhões pode ser aplicada. Em paralelo a isto, o órgão de defesa do consumidor vai entrar com uma ação civil pública cobrando a indenização dos clientes prejudicados por dano moral.

Na visão do presidente do Procon-SP, Fernando Capez, é configurada uma ação de má fé da Itapemirim e não um problema financeiro apenas, inclusive questionando o porque da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) ter permitido a abertura de um ramo aéreo de uma empresa em recuperação judicial e o fato do proprietário, Sidnei Piva de Jesus, ter aberto uma empresa com capital de R$ 6 bilhões no Reino Unido.

Até 31 de dezembro a ITA tinha programado 513 voos para seus 14 aeroportos que eram atendidos, com estimativas de 40 mil pessoas afetadas diretamente, em um período onde a compra de passagens em outras companhias aéreas é difícil em razão da maioria dos assentos já estarem comprados e também pelos altos valores cobrados.

Quando a empresa iniciou suas operações em julho deste ano, prometia conforto, segurança e confiabilidade com a oferta de “inovações” para o agrado do passageiro, como a possibilidade de voar sem pagar o custo de despacho da bagagem ou da marcação de assentos e quando a Anvisa autorizasse o consumo de alimentos nos vôos, uma alimentação com pratos diferentes e saborosos e até feijoada nos vôos entre Rio e São Paulo.

Outra estimativa era de ter 20 aviões até o final de 2021 e 50 no próximo ano. Porém a empresa suspendeu as operações com apenas sete aviões em sua posse.

Quer receber nossos textos assim que publicados? Acesse nosso grupo no Telegram (https://t.me/diariodacptm)

Nossas redes sociais
Facebook – http://www.facebook.com/oficialdiariodacptm
Twitter – http://www.twitter.com/DiariodaCPTM
Instagram –  https://www.instagram.com/diariodostrilhos/

Redes Sociais dos autores das matérias:
https://www.instagram.com/ricardobrmorato/
https://www.instagram.com/willianmoreira_fotojornalismo/

2 comentários »

  1. mais uma situação que está ocorrendo
    ITAPEMIRIM TRANSPORTES AEREOS
    A ITA, se pronunciou sobre o regresso dos passageiros fora do domicilio, porém só está aberta está possiblidade para pessoas que compraram ida e volta com a ITA, um exemplo, passageiros que ainda estão em viagem e compraram a ida por outra empresa e a volta com eles (ITA), não tem direito a esse regresso, somente ao reembolso. existem centenas ou milhares de pessoas, nessa situação, que fizeram o primeiro trecho da viagem por outra empresa aérea, carro ou ônibus e o retorno para seu domicilio foi comprado passagens da ITA, e a mesma não está atendendo esse direito de regresso anunciado.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.