Outros 33 passageiros ficaram feridos após queda do veículo em barranco.

Publicado: 25/01/2021

Foto: Divulgação Polícia Rodoviária Federal

Um acidente ocorrido na manhã desta segunda-feira, 25 de janeiro de 2021, em Guaratuba no Paraná, deixou até o presente momento, 19 mortos e 33 feridos, alguns com gravidade depois que o ônibus em que viajavam caiu em um barranco na altura do Km 668 da BR-376.

O ônibus que foi alugado, saiu de Ananindeua no Pará e seguia para São José em Santa Catarina.

O motorista que não se feriu com gravidade disse em depoimento para a Polícia ter assumido a direção pouco mais de 30 minutos antes do acidente, e que o veículo apresentou uma falha mecânica, tinha tentado parar o ônibus em uma área de escape quilômetros antes do local da tragédia, mas não conseguiu.

Durante a operação de resgate a rodovia ficou fechada e ao menos 20 ambulâncias e 5 helicópteros das polícias de Santa Catarina e Paraná foram ao local, além de veículos da concessionária e atender os 54 ocupantes do veículos.

Algumas vítimas mais graves foram levadas para Joinville e Curitiba. Já os mais leves para Garuva e Joinville.

As causas do acidente serão investigadas.

Foto: Divulgação Polícia Rodoviária Federal

Quer receber nossos textos assim que publicados? Acesse nosso grupo no Telegram (https://t.me/diariodacptm)

Nossas redes sociais

Facebook – http://www.facebook.com/oficialdiariodacptm
Twitter – http://www.twitter.com/DiariodaCPTM
Instagram – http://www.instagram.com/diariodacptm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.