O Governo do Estado mudou a classificação da fase amarela, permitindo a abertura destes setores que deveriam abrir, apenas na fase 4.

Publicado: 03/07/2020

Foto: Governo do Estado de São Paulo

O Governo do Estado de São Paulo anunciou na sexta-feira, 03 de julho, uma mudança nas regras do Plano São Paulo da retomada econômica, abrindo mais setores além do previsto inicialmente, cedendo assim mais uma vez a pressão de grupos empresariais.

A cidade de São Paulo e a região do ABC Paulista permanecem na fase amarela e as cidades de Itaquaquecetuba e Campinas voltam para a fase vermelha, a fase mais rigorosa do programa.

A região sudoeste composta pelos municípios de Embu-Guaçu, Cotia, Itapecerica da Serra, Juquitiba, Embu, São Lourenço da Serra, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista, iria voltar para a laranja, mas pouco antes do anuncio foi mantida na fase amarela.

No caso de São Paulo, bares e restaurantes que já tinham permissão para abrir e agora vão subir as portas e atender o público, entretanto, cinemas, parques, salas de teatro e academias vão poder abrir seguindo uma série de regras de higiene.

Na fase 2-laranja, os comércio podem agora funcionar de duas formas, diariamente por 4h seguidas ou 4 dias por seis horas, com outros três dias fechados.

Foto: Governo do Estado de São Paulo

Para os restaurantes e bares que podem abrir a partir do dia 06, uma série de regras devem ser seguidas para que os estabelecimentos possam funcionar, como limite de seis horas diárias, um horário máximo para estarem aberto, as 17h, não haverá cardápio e o uso de máscaras é obrigatório, exceto quando estiverem sentados consumindo o alimento.

Já academias, atividades culturais como cinemas e teatros não voltam imediatamente, mas devem abrir depois que a região permanecer 28 dias seguidos na fase amarela.

Veja abaixo as regras para cinemas, restaurantes e academias.

Restaurantes e bares

Foto: Governo do Estado de São Paulo

Academias

Foto: Governo do Estado de São Paulo

Atividades Culturais (cinema, teatro, entre outros)

Foto: Governo do Estado de São Paulo

O Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse que espera até a semana que vem divulgar a data de reabertura dos parques municipais e que no caso de bares e restaurantes, estes não poderão funcionar a noite para atender o público e no Diário Oficial estará expressa a obrigatoriedade de abrir até ás 17h apenas.

Já fora da capital, as cidade de Campinas e Itaquaquecetuba regrediram para a fase vermelha em razão do crescimento de casos, com o Governo do Estado se comprometendo a dar uma atenção a esses locais, para também ampliar o número de leitos e ajudar a que saiam da fase 1.


1 comentário »

  1. Pra que reabir justo agora,pq não deixar pra setembro a reabertura total,pois tabem não pode ficar fechado a vida toda,pq vacina não sabe quando. Na primeira semana de Setembro deveria por uma lei,reabir totalmente os comércios.
    Sem contar que a Globo está de mais…o tanto de infectados e mortes q a emissora informa q sp já tem,não tem muito o que fazer,infelizmente é reabrir em Setembro com ordem de uso de máscara em qualquer lugar. Já as aulas pra mim,nem precisa voltar mais esse ano m,pq os alunos já não consegue recuperar esse tempo perdido.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.