A operadora da linha afirma que a passagem não atende os passageiros e sua remoção é necessária.

Publicado: 28/12/2022

Foto: Diário dos Trilhos

A ViaMobilidade, operadora da Linha 8-Diamante dos trens de São Paulo, vem solicitando junto aos órgãos estadual e municipal de preservação do patrimônio, a retirada de uma antiga passarela histórica instalada na estação Júlio Prestes.

A concessionária que tem como obrigatoriedade contratual a restauração de toda a estação, quer retirar a passarela alegando que ela não é utilizada e, portanto, não existindo a necessidade de restaurar a mesma.

Quem atualmente passa pela estação não precisa utilizar a passagem, pois as plataformas terminam no fim do corredor, onde já se encontra a área de embarque.

Restaurar uma estrutura metálica deste porte, é demandando um certo investimento o qual aparentemente a ViaMobilidade não quer gastar.

Porém os órgãos que cuidam do assunto, recusaram de maneira unânime este pedido, conforme publicação no Diário Oficial do Estado de São Paulo do último sábado, 24 de dezembro de 2022, determinando a reforma/restauro da passagem.

No parecer do relator, é mencionado que a estação foi projetada/construída em 1925 e a passarela alvo da discussão construída em 1970, facilitando na época a travessia das pessoas de um lado para o outro de maneira segura e por essa razão, tem seu valor na história pois conta um período da existência do local.

”Apesar de configurar um acréscimo da década de 1970, é ser portadora de valores estéticos pela sua linguagem construtiva, e históricos – como testemunho de uma importante fase da estação, nos termos do Parecer 071285572 de lavra da arq. Lícia Oliveira, devendo a Concessionária Via Mobilidade incorporar a conservação desse elemento ao projeto de restauro do conjunto arquitetônico. Sendo assim, acompanhando a análise técnica do Departamento de Patrimônio Histórico endossada pela Divisão de Preservação, acolho pela manifestação contrária ao pedido”, cita parte da decisão do órgão de preservação do patrimônio histórico.

De acordo com o site “MetrôCPTM”, na 767ª reunião do Conpresp realizada no final de novembro, foi pontuado o valor histórico da estrutura e recomendando que a concessionária efetue também o processo de conservação dessa passarela.

Saiba mais: https://www.metrocptm.com.br/viamobilidade-quer-desmontar-passarela-da-estacao-julio-prestes/

Procuramos a ViaMobilidade para obter uma resposta a respeito, mas a empresa não quis se manifestar.

Quer receber nossos textos assim que publicados? Acesse nosso grupo no Telegram(https://t.me/diariodacptm)

Nossas redes sociais
Facebook –
http://www.facebook.com/oficialdiariodacptm
Twitter – http://www.twitter.com/DiariodaCPTM
Instagram –  https://www.instagram.com/diariodostrilhos/

Redes Sociais dos autores das matérias
https://www.instagram.com/ricardobrmorato/
https://ww.instagram.com/willianmoreira_fotojornalismo/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.