A aquisição será para substituição do produto por um mais novo, utilizado nas armas dos chamados PFs (Policiais Ferroviários).

Publicado: 29/04/2022

Agentes que tem o porte de arma utilizam este uniforme. Foto: Diário dos Trilhos

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) publicou recentemente um aviso de compra de equipamentos para o corpo de seguranças da empresa, no caso, munições para os revólveres calibre 38.

Até o momento não foi divulgado a quantidade de projéteis totais adquiridos, mas o valor desembolsado foi de R$ 29.670,00

O processo da compra não precisa de licitação, conforme diz o texto retirado do Diário Oficial do Estado. Isto se deve ao fato de que em situações onde o produto ou objeto a ser contratado/comprado é oferecido por exemplo por um fabricante ou empresa especializada, não é necessário concorrência, já que por via de regra uma única empresa acaba se manifestando.

“CPTM-PRC-2022/00930 – INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO Nº 0033221091 – (Regulamento de Licitações e Contratos da CPTM, Art. 122, Inc. I) – OBJETO: Fornecimento de munição para revólver calibre .38 SPL, núcleo do projetil chumbo com camisa de revestimento, formato do projetil expo (expansivo ponta oca), peso do projetil 125 grains – Contratada: COMPANHIA BRASILEIRA DE CARTUCHOS – CNPJ: 57.494.031/0001-63 – Valor: R$ 29.670,00 – Base: março/2022 – Programa de Trabalho: 26783370746270000 – Natureza de Despesa: 339030 – Origem dos Recursos: 004004004 – Prazo de Vigência: 120 dias – Parecer GRJ nº 88 de 22/02/2022. RATIFICAÇÃO: O Ato de Inexigibilidade de Licitação foi ratificado pelo Gerente Geral de Manutenção, atendendo exigência do art. 120, § 3º, do Regulamento de Licitações e Contratos da CPTM.”

Os agentes de segurança que utilizam o uniforme cor caqui ou bege como preferir, são conhecidos popularmente como Policiais Ferroviários, atribuição designada e utilizada até os anos 2000.

O site perguntou para a companhia a necessidade da compra deste produto, e em nota a CPTM afirmou que a aquisição destas munições faz parte de uma compra rotineira para a atualização do insumo usado pelos agentes capacitados nesta função.

Leia a seguir a nota na íntegra:

“A CPTM segue a legislação para a aquisição de itens controlados para exercer as atividades de segurança. Trata-se de uma compra de rotina para atualização do insumo usado pela companhia.”


Quer receber nossos textos assim que publicados? Acesse nosso grupo no Telegram (https://t.me/diariodacptm)

Nossas redes sociais
Facebook – http://www.facebook.com/oficialdiariodacptm
Twitter – http://www.twitter.com/DiariodaCPTM
Instagram –  https://www.instagram.com/diariodostrilhos/


Redes Sociais dos autores das matérias:
https://www.instagram.com/ricardobrmorato/
https://www.instagram.com/willianmoreira_fotojornalismo/

3 comentários »

  1. Passou da hora em acabar com essa condição de “polícia armada” mesmo porque é uma situação de risco em meio a passageiros, faz como o metrô que não usam armamento.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.