Nova intervenção será feita com estrutura “provisória” em metal e além de conectar a estação ao espaço da Júlio Prestes, criará uma nova entrada na estação próximo ao começo da Rua José Paulino.

Publicado: 07/04/2021

Foto: Diário dos Trilhos

A CPTM publicou no Diário Oficial desta quarta-feira, 7 de abril de 2021, a contratação da empresa Construmax Construções e Empreendimentos – Eirelli EPP no valor de R$ 11.246.924,00 para realizar uma obra de construção de passarela ligando a plataforma central da estação Luz com um novo acesso próximo da Rua José Paulino e também para a Sala São Paulo, aproximando o passageiro para embarcar na Linha 8-Diamante e evitando uma boa parte do percurso a ser realizada pelas ruas da região.

De acordo com a minuta do contrato, toda a obra deve durar 24 meses, sendo doze de trabalhos para construção da nova passagem e outros doze de operação assistida, ou seja, já funcionando observando o desempenho, demanda e outros detalhes.

A nova estrutura terá duas partes principais, com um bloco de escadas na plataforma central da estação, utilizada atualmente para desembarque de passageiros da Linha 7-Rubi e 11-Coral, uma escada para a plataforma 4 de embarque para o sentido Guaianases e Estudantes e uma passagem para a saída da Praça da Luz, próximo da José Paulino.

Já a conexão para a Sala São Paulo deverá sair também da plataforma central mas seguindo na direção oposta da outra, sendo essa em estrutura também metálica sem vedação vertical e com uma cobertura de vidro criando uma ligação direta entre o Complexo da Estação Júlio Prestes e o Museu da Língua Portuguesa.

Um fato importante é que o novo acesso para a calçada da Praça da Luz será necessário abrir uma passagem no muro da estação, este construído cerca de cem anos, com material importando da Europa e por essa razão deve ter todos os tijolos retirados um a um por equipe especializada neste tipo de serviço, conservados para no futuro serem recolocados no mesmo lugar.

Antes de iniciar os serviços a empresa contratada deverá realizar um cronograma de serviço e alinhar com a CPTM as intervenções necessárias sobre as linhas de trem, buscando interferir o mínimo na operação dos trens, entretanto é possível que alterações possam acontecer, principalmente aos finais de semana como está acontecendo atualmente devido o restauro de parte da fachada da estação na plataforma 1.

Quer receber nossos textos assim que publicados? Acesse nosso grupo no Telegram (https://t.me/diariodacptm)

Nossas redes sociais
Facebook – http://www.facebook.com/oficialdiariodacptm
Twitter – http://www.twitter.com/DiariodaCPTM
Instagram – http://www.instagram.com/diariodacptm

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.