Em seu plano de governo, logo no primeiro ano de sua gestão os estudantes, desempregados e população LGBTQIA+ seriam beneficiados com o passe livre. Mas até o final dos quatro anos de governo, expandir para toda a população.

Publicado: 13/11/2020

Foto: Diário dos Trilhos

Faltando poucos dias para a eleição que definirá o novo prefeito da cidade de São Paulo para os anos de 2021 a 2024, o Diário dos Trilhos mostra os principais pontos do plano de governo do candidato Jilmar Tatto, referente ao transporte público e mobilidade urbana.

Seu principal projeto que consta em seu plano de governo, é a implantação da tarifa zero nos ônibus municipais da cidade, feita em um processo gradual até 2024, quando todos já seriam contemplados.

No primeiro ano o benefício seria estendido para estudantes, população LGBTQIA+ em situação de vulnerabilidade, desempregados, idosos e gestantes por meio do Passe Livre. Gradualmente com a revisão dos contratos de ônibus e a obtenção de outras fontes de financiamento como por exemplo, cobrança de estacionamentos público em áreas próximas a integrações com o transporte, subsidiariam o valor da passagem.

“A implantação da Tarifa Zero se dará de forma gradativa ao longo dos quatro anos de gestão, regras de transição serão adotadas para garantir subsídios ao transporte de estudantes, população LGBTQIA+ em situação de vulnerabilidade, desempregados, idosos e gestantes, que contarão com bilhetes especiais e passe livre já no primeiro ano de gestão.”


Aliado a isto, um investimento maior em infraestrutura dos terminais de ônibus com sua adequação, modernização e reformas, buscando atender de maneira melhor e mais eficiente os passageiros. Como dito acima, os contratos com as concessionárias que atuam no transporte coletivo da cidade seriam revisados, com um controle maior da Prefeitura sobre eles e assim assegurando maior transparência. Uma empresa pública e municipal do transporte coletivo será criada, operando o sistema no município.

Na questão sobre mobilidade urbana, Tatto prevê uma revisão seguida de auditoria, no processo de privatização da Zona Azul de estacionamentos e criará áreas de calçadões ou de circulação de veículos mais restrita, em áreas de grande fluxo de pessoas como por exemplo, nas ruas 25 de Março e Santa Efigênia.

“Construir calçadões e superquadras pedonais, e instituir ruas exclusivas para circulação de pedestres, especialmente em regiões de elevada circulação de pessoas, como nas regiões da 25 de Março e da Santa Ifigênia. Outra iniciativa será a implantação de vias de trânsito compartilhado, priorizando a circulação do pedestre, com acesso aos veículos em condições de segurança”, cita o documento.

Para as bicicletas, o chamado PlanMob vai ser retomado. Nele é previsto que de quatro em quatro anos sejam construídos 500 quilômetros de ciclovias na cidade, priorizando locais que possam integrar umas vias com as outras.

Direcionado já para o ciclista em si, um sistema público de aluguel de bikes irá ser implementado e o programa “Casas das Bicicletas” sairá do papel, prevendo em pontos da cidade para prestar assistência principalmente para entregadores de produtos por aplicativo, sejam com bicicletas, mas também para motociclistas.

Estes espaços contariam com wi-fi, bebedouros, banheiros, chuveiros, sanitários,  bicicletários e outros itens para melhorar as condições de trajeto e trabalho.

Por fim para proporcionar mais segurança as mulheres que utilizam os ônibus, campanhas e ações de combate ao abuso sexual seriam promovidas e a campanha de segurança no transporte vai permitir que este público possa desembarcar fora do ponto de ônibus das 20h às 6h, período noturno e de menor movimento nas ruas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.