Desta forma o Metrô de São Paulo pode retomar o processo para escolher uma empresa que fará a conclusão das obras de paisagismo e de sete estações.

Publicado: 17/09/2020

O Metrô de São Paulo conseguiu reverter uma decisão judicial que suspendia o processo de licitação para conclusão das obras do monotrilho da Linha 17-Ouro.

Com isto a finalização da construção do pátio de trens, sete estações e obras de paisagismo como plantio de arvores e ciclovia, tem condições de prosseguir depois que a licitação for concluída.

O processo havia sido suspenso pela justiça que atendeu um pedido de liminar da empresa participante da licitação anterior, querendo a anulação de todo o processo.

Entretanto mesmo com este fator positivo, na quinta-feira 17 de setembro, uma publicação no Diário Oficial mostrou que o Metrô interrompeu outro certame que selecionaria uma empresa para fiscalizar e supervisionar a continuidade das obras.

O monotrilho da Linha 17-Ouro era previsto contar com 19 estações e ser entregue na Copa do Mundo de 2014, porém o novo prazo data para o ano de 2022 (Copa do Mundo do Catar) com apenas oito estações, integrando com o Aeroporto de Congonhas, Linha 5-Lilás e Linha 9-Esmeralda, sob um custo atual de R$ 4,4 bilhões, bem mais cara que o estimado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.