Categoria no entanto busca negociar e propôs protesto com catracas livres

Publicado: 30/06/2020

Foto: Jornal do Sindicato/Reprodução

Após iniciar uma campanha de manifestações contra medidas do governo que alteram os salários de funcionários da companhia, o Sindicato dos Metroviários informou que o Metrô pode não funcionar na quarta-feira, 01 de julho devido uma greve.

A categoria protesta contra ajustes salariais que retiram alguns direitos ou parcialmente eles como a redução de valores pagos em hora extra e e adicionais noturnos, fim do adicional de periculosidade, entre outros. Outro motivo de queixa da categoria é a falta de dialogo da gestão atual da diretoria e do governo com os funcionários.

Desta forma foi proposto para evitar uma greve que interrompa o serviço e prejudique a população, que o Governo aceite negociar e conversar com o sindicato que representa a categoria, ou pode haver como proposto pelos Metroviários, uma greve onde os funcionários trabalham normalmente, mas sem cobrar a tarifa.

“Não queremos e não estamos pedindo aumento salarial, mas respeito ao que construímos nos últimos 40 anos”, disse Wagner Fajardo durante a live.

Na tarde desta terça (30), uma reunião de conciliação online será realizada entre as partes e assim tentar impedir que seja realizada a greve, com o Sindicato em assembleia no começo da noite decidindo se haverá paralisação ou não e a forma que será feita.




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.