Publicado: 15/05/2020

De acordo com secretário do governo, a Move SP e a Acciona estão em tratativas para concluir a troca de responsável pela obra.

As obras da Linha 6-Laranja do Metrô que se encontram atualmente paralisadas, podem ainda neste mês caminhar para uma solução quanto ao impasse sobre quem e como a obra deverá ser tocada.

Apesar da empresa espanhola Acciona se comprometer e iniciar os processos para assumir a obra da linha, ainda não foi resolvido toda a questão do empreendimento quanto a troca de responsabilidades, saindo do consórcio Move SP para os espanhóis.

Segundo o Secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy em entrevista nesta quinta-feira, 14 de maio, a expectativa do governo é que até o dia 24 deste mês a Acciona realize a transição do contrato da obra e assim dar continuidade a linha que ligará a Brasilândia na Zona Norte de São Paulo, até a estação São Joaquim do Metrô, integrando com a CPTM (linhas 7-Rubi e 8-Diamante) e Linha 1-Azul em seu percurso.

“As avaliações por parte do PGE (Procuradoria Geral do Estado) estão bem avançadas para que nós tenhamos até o dia 24 de Maio, a anuência por parte do governo, de acordo com esses pareceres da procuradoria, serem deliberados. Esperamos a partir do dia 24 ter esse novo consórcio.” disse Baldy

Baldy disse que a obra vai gerar até 9 mil empregos diretos durante a construção e ao assumir a linha  o concessionário vai estimar um prazo para retomada dos trabalhos e data para a entrega da linha a operação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.