Categoria protesta pela garantia do pagamento da PR e contra a privatização de linhas da CPTM.

Foto: Diário dos Trilhos

O Sindicato dos Metroviários anunciou após assembléia realizada no último dia 19/2, uma greve que foi marcada para o próximo dia 4 de março, uma quarta-feira.

Segundo a categoria, o Metrô “prossegue sua postura intransigente e não reabriu as negociações referentes à Periculosidade do CCO, além disso interrompeu unilateralmente as negociações da Periculosidade dos trabalhadores da Pintura, das Oficinas de Pintura e Escada Rolante, retirando o pagamento da Periculosidade dos trabalhadores dessas áreas. Em relação à mudança de turno dos trabalhadores que entraram com processo de Periculosidade sobre todos os vencimentos as negociações foram encerradas pela empresa.”

Também citam a terceirização das bilheterias da Linha 1-Azul e a não contratação de novos funcionários, que afeta diretamente o atendimento ao passageiro diariamente.

No dia 27 deste mês, a categoria vai participar em solidariedade, em um ato contra a privatização das linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda da CPTM, como também em solidariedade da luta dos petroleiros.

No dia 3 de março, a categoria vai se reunir em assembleia na sede do sindicato para confirmar ou não a paralisação para o dia seguinte.

1 comentário »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.