Atualização: 20/11/2019 – 10h05

A CPTM em contato por meio de nota, informou que os trens da companhia não tem problemas relacionados com as composições do Rio de Janeiro pelo fato da fabrica e componentes serem diferentes, e que o cronograma da entrega dos trens seguir dentro do esperado, com as correções técnicas que forem necessárias , serão efetuadas.

A informação obtida com fontes dentro da companhia, citam problemas detectados durante testes com o primeiro trem da Série 2500 que deve atender a linha do aeroporto.

Foto: Divulgação CPTM

Trens chineses comprados pela CPTM para atender a operação da Linha 13-Jade tem problemas de fabricação. Os trens em questão são da empresa CRRC da China e fazem parte de um lote de oito composições compradas para atender os passageiros da Linha 13-Jade e contam com diferenciais em relação aos outros trens mais novos da CPTM, como bagageiros, detector biométrico do maquinista e outros itens.

Dentre os problemas encontrados, existem sancas que não fecham corretamente por estarem desniveladas, infiltração na cabine, ausência de extintores e espaço adequado para eles, além de problemas estruturais como no sistema de tração do trem. Em razão disto, a CPTM estaria em conversas com o fabricante para encontrar soluções para estes problemas, o que deve atrasar a entrega da primeira unidade para operação, previsto para o próximo mês. Atualmente uma unidade dessa frota está em testes, outras duas recentemente chegaram ao Brasil e mais cinco ainda estão para ser entregues.

Ontem a concessionária responsável pela operação dos trens no Rio de Janeiro a SuperVia, retirou de circulação 40 trens por tempo indeterminado, por problemas de fabrica que os chineses não conseguiram corrigir. Inclusive os oito trens que a CPTM comprou, são da mesma fabricante.

4 comentários »

  1. Identificação do maquinista por biometria os trens da frota com exceção da serie 7000 ja tem só não esta em uso,extintor sou contra ter em todos os vagões a mão de todos usuários, apesar de ser lei,pois não temos um passageiro educado e a vandalismo nos mesmo é grande poderia se pensar num compartimento fechado uma vez quê não temos um treinamento dos usuários para usar o mesmo recaindo sempre ao funcionário a ação

    Curtir

  2. a culpa destes problemas passam nas seguintes causas estruturas: licitacoes mau feitas e de cartas marcadas, propinas pagas pra muita gente , pouca exigencias nas fiscalizações e contratações de profissionais pouco experientes devido se sujeitarem aos baixos salários oferecidos, e as empresas que fabricam ja sabem que não orevissm fazer um trem de boa qualidade porque se pagar por fora tbm resolve, porque conhecem confunciona as coisas no Brasil

    Curtir

  3. a culpa destes problemas passam nas seguintes causas estruturas: licitacoes mau feitas e de cartas marcadas, propinas pagas pra muita gente , pouca exigencias nas fiscalizações e contratações de profissionais pouco experientes devido se sujeitarem aos baixos salários oferecidos, e as empresas que fabricam ja sabem que não orevissm fazer um trem de boa qualidade porque se pagar por fora tbm resolve, porque conhecem confunciona as coisas no Brasil

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.