Os testes se iniciaram no último dia 3 em sete estações e o pagamento pode ser realizado em dinheiro, cartão ou aplicativo no celular.

Estação Paraíso (foto) é uma das participantes. Foto: Diário dos Trilhos

A Secretaria de Transportes Metropolitanos (STM) divulgou o balanço da primeira semana de uso e comercialização dos bilhetes de passagem com o QR Code. O sistema que estará em testes por 45 dias, começou a ser vendido em sete estações da CPTM e Metrô, pelo menos valor da tarifa atual, R$ 4,30. A vantagem é que o novo “passe” pode ser comprado nas bilheterias com dinheiro, cartão de débito nos terminais instalados ou por cartão de crédito através de aplicativo no celular.

Entre os dias 3 e 10 de setembro, 21.847 bilhetes foram vendidos, sendo 91% comprados nas bilheterias, 6,1% em máquinas de autoatendimento e 3% no aplicativo para celular VouD. O aplicativo VouD terá em até 20 dias,  a navegação gratuita no celular sem uso do pacote de dados para mais comodidade aos passageiros que optarem por esta forma de pagamento.

“Estamos satisfeitos com os resultados desta primeira semana e com a aprovação dos passageiros. É um importante passo no nosso projeto de oferecer formas de pagamento mais seguras, modernas e eficazes aos passageiros e de racionalizar custos operacionais”, destaca o Secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

Neste período de testes, será analisado dentre outras coisas, a viabilidade de implantar este sistema em mais estações do transporte público. Atualmente as estações que dispõem do serviço são: São Judas (Linha 1-Azul), Paraíso (linha 1-Azul e 2-Verde) e Pedro II (Linha 3-Vermelha), Autódromo (Linha 9-Esmeralda), Tamanduateí (Linha 10-Turquesa), Dom Bosco (Linha 11-Coral) e Aeroporto-Guarulhos (Linha 13-Jade).

Nos primeiros 15 dias as vendas ocorrerão das 9h às 16h e posteriormente durante todo o horário de operação. Com o código em mãos, é só passar o bilhete impresso nos bloqueios específicos em uma das sete estações citadas. Os bilhetes com QR Code serão válidos até 18 de outubro, durante o período de testes da tecnologia, mas a recomendação é que sejam utilizados preferencialmente em 72 horas após a compra para evitar que a impressão do código sofra danos.

Saiba mais: https://diariodostrilhos.com/2019/09/03/comeca-a-venda-de-passagem-em-forma-de-qr-code-no-metro-e-cptm/

1 comentário »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.