De guarda-chuva ou até um drone, somente ano passado 88.611 itens foram esquecidos por passageiros em trens e estações da companhia.

O balanço da CPTM em 2018, listou as estações e linhas que mais tem registro de objetos deixados por passageiros no sistema. Em meio uma rotina estressante e corrida, é comum que as pessoas acabem por esquecer algo e nos trens não é diferente. O caso de Jéssica Pasolini foi um deles, mas com final feliz, encontrando sua mochila no achados e perdidos da companhia.

Jéssica que nos envio uma mensagem, que nos motivou não só a contar o caso dela, mas também um pouco sobre este serviço. Jéssica esqueceu em um trem na Linha 9-Esmeralda, sua mochila com pertences e seu notebook trabalho dentro, ao desembarcar na estação Vila Olímpia. Uma pessoa percebeu que ela saiu do trem sem sua mochila, mas não conseguiu avisar a tempo, entregando na estação Morumbi a mochila aos cuidados dos funcionários da CPTM. O procedimento é que os objetos recebidos sejam enviados para a estação Palmeiras-Barra Funda, onde ficam aguardando que o proprietário busque. Jéssica foi até o achados e perdidos recuperando seu notebook de trabalho, ficando muito feliz não só por ter recuperado, mas pela honestidade da pessoa que devolveu.

“Em momentos como este nos faz perceber que em meio a tanta desesperança, somos pessoas honestas que pensam no próximo. Digo isso, pois não era apenas uma mochila, era minha mochila de trabalho que continha um Notebook empresarial com todas as minhas informações e ferramentas de trabalho. Gostaria de agradecer também os funcionários da CTPM VILA OLÍMPIA E MORUMBI que fizeram um ótimo trabalho de comunicação.”, disse Jéssica ao Diário.

Objetos recuperados pela Jéssica na CPTM. Foto: Arquivo Pessoal

A Estação Brás é a mais movimentada e ostenta o primeiro lugar no ranking de objetos esquecidos: mais de 8 mil itens. Já a Estação Palmeiras-Barra Funda ficou em 2º lugar, com cerca de 7 mil peças. Quando a contabilidade é por linhas, em 2018, a campeã foi a Linha 12-Safira, com 18.508 itens perdidos. A vice liderança se manteve com a Linha 8-Diamante, que registrou 17.349 peças. Já a Linha 9-Esmeralda caiu do primeiro lugar no pódio, em 2017, para terceiro, com 16.702 artigos.

Confira as estações campeãs de “esquecimentos”, em 2018, e o ranking de objetos perdidos por linha, entre 2016 e 2018: 

Ranking das Estações 2018

Classificação Nome da Estação Itens perdidos
1º. lugar Brás 8.198
2º. lugar Palmeiras-Barra Funda 7.173
3º. lugar Guaianases 5.409
4º. lugar Luz 5.225
5º. lugar Osasco 2.694
6º. lugar Tatuapé 2.307
7º. lugar Pinheiros 1.702
Total 32.708

Ranking das Linhas 2018

Classificação Nome da Linha Itens perdidos
1º. Lugar Linha 12-Safira 18.508
2º. Lugar Linha 8-Diamante 17.349
3º. Lugar Linha 9-Esmeralda 16.702
4º. Lugar Linha 11-Coral 14.560
5º. Lugar Linha 10-Turquesa 12.997
6º. Lugar Linha 7-Rubi 7.333
7º. Lugar Linha 13-Jade 1.162
  Total 6 linhas 88.611


O Achados e Perdidos da CPTM funciona na estação Palmeiras-Barra Funda da Linha 7-Rubi, 8-Diamante e 3-Vermelha do Metrô, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, exceto feriados. O contato também pode ser feito pelo telefone 0800-055-0121 ou pelo e-mail usuario@cptm.sp.gov.br.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.