Até o dia 22 era necessária a troca de trem na estação Clinicas para prosseguir viagem. Nesta segunda uma interferência deixou a linha com velocidade reduzida.

Por Willian Moreira

Portas de plataforma recém instaladas em Vila Madalena. Foto: Diário dos Trilhos

A Linha 2-Verde do Metrô operou por mais de sete horas com velocidade reduzida e maior tempo de parada em toda a linha, em razão de uma interferência na via na região da estação Vila Madalena. Apesar de ser o primeiro dia de operação após a instalação das portas de plataforma em parte da estação, não foi o equipamento que causou os problemas. Um defeito no equipamento responsável pela mudança de via dos trens perto da estação, impedia os trens de trocar de trilho e por isto, houve momentos em que foi necessário a troca de trens na estação Clínicas e o trecho até Vila Madalena era operado por apenas uma via.

Nos horários entre as 10h14 até às 11h39 e entre 14h55 até perto das 22h a circulação teve alterações, quando foi solucionado por uma equipe de manutenção. Nesta terça a operação é normal.

A instalação de portas de plataforma na Vila Madalena segue em andamento e ao término, o dispositivo vai permitir maior segurança no embarque e desembarque e maior rapidez na operação. No ano que vem ainda está previsto a instalação de portas de plataforma nas estações Jabaquara e Tucuruvi no ano que vem e em Palmeiras-Barra Funda e Corinthians-itaquera no ano de 2021. Também está contratada a instalação das portas em mais 36 estações do metro nos anos seguintes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.